7 de junho de 2011

APOCALYPSE GAÚCHO - RUFANDO OS TAMBORES, por Ayrton Jr

APOCALYPSE GAÚCHO
A Apocalypse surgiu em 1983, em Caxias do Sul, quando Eloy Fritsch formou uma banda de rock com colegas de escola. Inspirado nos grupos Pink Floyd, Yes, Genesis, Rush, ELP e Marillion, o grupo sempre esteve na ativa, tocando Art Rock. Em 1991, lançam seu primeiro LP - intitulado APOCALYPSE. O álbum trazia 11 faixas, entre elas uma versão para o clássico “Lavender”, do Marillion. Nessa época, o Apocalypse era um trio formado por Chico Casara (vocal e baixo), Eloy Fritsch (teclados) e Chico Fasoli (bateria).
Em 1995, a banda passa ser reconhecida no exterior. PERTO DO AMANHECER, o segundo disco, sai também na França. Logo a banda ganhou destaque em todos os principais veículos europeus e foi convidada para integrar a coletânea francesa Le Meilleur du Progressif Instrumental. Assim, a banda se tornava um dos maiores nomes do Art Rock brasileiro no exterior.
A banda gaúcha chega aos seus 25 anos em grande estilo, lançando este que talvez seja o primeiro boxset de uma banda local. “Apocalypse – The 25th Anniversary Box Set” está ainda quente. O trabalho traz dois CDS, um deles, o inédito “2012 – Light Years From Home”, e “Magic Spells”, gravado durante a “Magic Tour”, de 2005. Além dos discos, o box traz o livro que conta a trajetória da banda, escrito por Eliton Tomasi, que já foi empresário da Apocalypse. O livro, em português e inglês, é rico em material fotográfico e ainda traz um DVD com imagens de concertos e videoclipes oficiais.
Atualmente, a Apocalypse é formada por Gustavo Demarchi (voz, flauta, violão), Ruy Fritsch (guitarra), Eloy Fritsch (sintetizadores/teclados), Fábio Schneider (bateria) e Magoo Wise (baixo).

Nenhum comentário:

Postar um comentário